Fachin determina prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, prisões podem ocorrer ainda neste domingo

Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou prender os empresários Joesley Batista e Ricardo Saud, do grupo J&F, em atendimento ao pedido enviado pelo Procurador-Geral da República Rodrigo Janot nesta sexta-feira. As informações são do Estado de S. Paulo.

Segundo o jornal, mandados podem ser cumpridos ainda neste domingo. Janot também pediu a prisão do ex-procurador Marcello Miller.

Os pedidos vêm na esteira de áudios de conversas entre o dono e o diretor de relações institucionais da controladora da JBS que revelam que houve omissão de informações na delação premiada negociada com a PGR.

Nas gravações, Saud e Joesley conversam sobre uma suposta interferência de Miller para ajudar nas negociações, cujo principal trunfo é a gravação de uma conversa entre o empresário e o presidente Michel Temer (PMDB).

O ex-procurador ainda fazia parte do Ministério Público Federal quando começou a conversar com os executivos, no final de fevereiro. Ele foi exonerado da instituição apenas em abril.

Comentário Facebook

Leia tambem