Vigilante acorda com dores no ânus e confessa ter matado colega por suspeitar de estupro

Um vigilante de 24 anos confessou ter assassinado a tiros um colega de trabalho após suspeitar que tinha sofrido abuso sexual, na quinta-feira (4), em uma fazenda de Comodoro, oeste de Cuiabá.

O suspeito alegou que acordou sentindo dores no ânus e virou alvo de brincadeiras de conotação sexual por parte da vítima. O homem então disse ter matado o colega de 56 anos com cinco tiros.

Em depoimento, o acusado contou que usava medicação para dormir e estava acordando com dores na região anal. Seu colega, então, começou a fazer brincadeiras com a situação e alegou que estava abusando dele enquanto dormia.

O vigilante chegou a fugir da cena do crime, mas se entregou à Polícia Civil do município.

Comentário Facebook

Leia tambem