Príncipe William sobre George: ‘não quero que cresça atrás dos muros do palácio’

Os 20 anos da morte da princesa Diana e todo o trabalho em prol da saúde mental fez com que o príncipe William topasse posar com a família para a nova edição da “GQ” inglesa e ainda dar uma honesta entrevista sobre a perda da mãe e a educação que dá para George e Charlotte. Os quatro (e o cachorro Lupo) foram fotografados no jardim do Palácio de Kensington por Norman Jean Roy.

 

“Eu não poderia fazer meu trabalho sem a estabilidade da minha família”, disse William, de 34 anos. “Eu quero que George cresça num ambiente real, vivo, não quero que cresça atrás dos muros do palácio”.

O duque de Cambridge, segundo na linha de sucessão do trono britânico, falou, claro, da morte da mãe, que completa 20 anos em 2017.

“Na época, estava tão cru. E não é como o sofrimento da maioria das pessoas, porque todo mundo sabia de tudo, sabia da história, a conhecia”, desabafou ele. “Eu adoraria ouvir conselhos dela. Adoraria que ela tivesse conhecido Kate e visto as crianças crescerem. Fico triste em saber que as crianças não vão conhecê-la”.

Comentário Facebook

Leia tambem